29 agosto 2016

Resenha: Boa Noite/ Pam Gonçalves

Alina quer deixar seu passado para trás. Boa aluna, boa filha, boa menina. Não que tudo isso seja ruim, mas também não faz dela a mais popular da escola. Agora, na universidade, ela quer finalmente ser legal, pertencer, começar de novo. A vida em uma república e novos amigos parecem oferecer tudo que Alina quer. Quando Alina decide deixar de vez o rótulo de nerd esquisitona para trás, tudo se complica. Além de festas, bebida e azaração, uma página de fofocas é criada na internet, e mensagens sobre abusos e drogas começam a pipocar. Alina não tinha como prever que seria tragada para o meio de tudo aquilo nem que teria a chance de fazer alguma diferença. De uma hora para outra, parece que o que ela mais quer é voltar para casa.

São pouquíssimos os livros que eu compro na pré venda (o último foi Convergente há anos atrás rsrs). Garanti meu exemplar do Boa Noite um dia depois dele ter sido lançado nas lojas (como pré venda). Eu estou apaixonado por essa história, pela escrita e por todos os motivos que eu vou explicar na resenha. Preparem-se para me ver falando sobre esse livro durante o resto do ano kkk.


Uma das minhas surpresas com Boa Noite foi a escrita. Confesso que eu não esperava uma escrita tão acessível e fácil de ler. A autora conta uma história contemporânea jovem adulto com uma pegada mais Jennifer Brown com a leveza da Sarah Dessen. Essas duas autoras são maravilhosas, e contam histórias inspiradoras e apaixonantes como ninguém, e foi o que eu senti lendo Boa Noite (principalmente por ser mais ou menos o livro de estreia da autora, vou deixar de lado só um pouquinho o livro de contos O amor nos tempos de likes). Ainda não tive o privilégio de ler o conto, então esta foi minha primeira experiência com a Pam.

Eu sou apaixonado por leituras narradas em primeira pessoa (como eu sempre falo aqui), e Boa Noite cumpre essa missão de passar os sentimentos e conflitos da protagonista para o leitor (como esse tipo de narração costuma fazer). Fica mais fácil nos ver na republica das loucuras e entender tudo o que está se passando naquele universo. Falar com os jovens sobre essa fase pós ensino médio é algo muito complicado, porque eu mesmo imaginava que meus 18 anos seria incrível e que todos iriam me respeitar e tudo seria fabuloso kkkkkk SQN. Nessa idade não temos o amadurecimento que precisamos para enfrentar o mundo, eu ainda estava formando minha personalidade , essa época foi complicada (amo como eu vejo o mundo agora kkk com 25 anos). Quando comecei a ler Boa Noite eu comecei a prestar atenção na protagonista, na sua timidez e como ela via as coisas, eu me vi muito naquilo, e tinha certeza que ela ia se dar mal em algum momento, porque é isso que o mundo faz com a gente, nos faz amadurecer da pior maneira (as vezes, é claro). Claro que eu não vou dar spoilers da história, mas vocês lembraram que eu falei sobre isso, caso vocês lerem o livro.

Assim como a maioria dos livros desse gênero, a autora irá abordar vários temas como a bebida alcoólica, drogas, bullying, abuso sexual, racismo etc. Isso faz toda diferença na leitura, no modo como aquilo que estamos lendo irá nos influenciar após terminar o livro ou conforme estivermos lendo. Amo quando os autores trabalham não só em nos entreter com uma história, mas passa a nos dar alguns "alertas sociais". No mundo em que vivemos, o que o jovem mais precisa é de orientação (sabemos disso), e nada melhor do que usar a literatura (que tando amamos) para falar sobre isso de uma maneira que não seja enfadonha ou levada como piada. Com certeza esse será um dos livros que eu irei recomendar para o pessoal que sempre me manda email ou me pede dicas pela fanpage (muitas vezes, pais me pedem recomendações, isso além de ser muito legal e inusitado, será uma oportunidade deles comprarem um exemplar do Boa Noite para seus filhos). Falar sobre abusos sexuais em faculdades, é algo muito delicado, que requer muita pesquisa e atenção. Todos os livros que eu tenho, que já abordaram esse assunto sempre é naquela fase do ensino médio, esse é o primeiro livro que eu leio, que traz esse universo para as universidades. 

Eu realmente não sei como encontrar as palavras certas para definir esse livro, apenas que toda nossa espera para ler Boa Noite valeu muito a pena. O relacionamento familiar, as amizades e as próprias escolhas da protagonista fizeram com que essa leitura fosse tão especial. Não digo isso apenas por ser fã da autora, mas por entender que essa história precisava ser contada. Foi muito bom poder acompanhar o amadurecimento da Alina conforme a história ia tomando seu rumo. Esse livro não é daqueles que lemos um pouco antes de dormir como os da Jojo Moyes (que eu estou sempre recomendando aqui no blog), Boa Noite é daquelas leituras gostosas que fazemos quando está frio e só queremos poder ler durante uma tarde inteira, vendo a chuva lá fora. Eu o li em um fim de semana, 100 páginas no sábado e o restante no domingo rs.

Boa Noite entrou para o topo das minhas dez melhores leituras contemporâneas do ano e com certeza estará aqui em dezembro quando eu costumo falar sobre o que eu li de melhor nos últimos 12 meses. Eu vou sentir falta dessa história (principalmente do Gustavo e da Alina) e de tudo o que fez desse titulo um dos melhores da minha estante.

Lembrando que vocês podem seguir o blog nas duas redes sociais que eu costumo atualizar diariamente: Facebook & Skoob  

Livros que eu amei e recomendo: Raio de Sol / Uma Canção de Ninar / Por Lugares Incríveis  

PS: Amei a edição do livro e a lombada roxa

PS: Mas queria muito que vinhe-se com um marcador na aba (seria muito incrível ter um marcador).


5 comentários:

  1. Parece ser um livro maravilhoso em todos os aspectos , ameii a capa..
    PRIMEIRAMENTE MEU AMOR ME DESCULPE PELO DESAPARECIMENTO...sério cara eu to saindo de casa as 7.30 e voltando as 10 minha vida ta mega corrida, eu vi q vc postou várias coisas nem tive tempo de olhar direito, que saudade de ler uma resenha sua Guto do céu , e pelo tanto que vc amou esse livro tenho certeza que vou amar tbm já esta na minha lista , com toda essa correria nem terminei de ler todos os livros q comprei consegui ler 12 em 16 dias depois não dei mais conta, li a história de nos dois geeeeente achei q ia infartar até saber com quem ela ia ficar adorei..super obrigada pela dica,comecei a ler uma curva no tempo mas faz um mês que parei pq como disse sem tempo pra nada...Bjuss vou tentar passar aki mais vezes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkk Amiga eu também estou super desaparecido daqui, agora que tenho me esforçado para dar uma atualizada. Também saiu 7e pouco de casa e volto as 6 da noite (volto antes de vc kkk). Mas que maravilhoso que vc sper amou A história de nós dois, eu amo quando alguém lê uma recomendação minha e gosta tanto quanto eu (fiquei muito feliz). Pode aparecer só quando der, mas no face quero te ver sempreeeeee preciso de likes kkkkk. Super abraços

      Excluir
  2. Oiiiii li,gostei! Anotei kkkkkkk
    Bjs.

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Amigo gostei da resenha, essa garota parece comigo, to velha já mas continuo boba e sendo ferrada pelas pessoas kkkkkk. Bem vou ver se leio ele pq acho q pode me ajudar numas coisas q aconteceram na minha vida. Olha não gostei do fato de não ter marcador parece edição econômica affff. Mas se é nacional já vi q e caro e q não vou encontrar em PDF. Super beijo :*

    ResponderExcluir

Pessoal, eu estou respondendo todo muito a noite quando volto do trabalho. Mas no Facebook eu respondo mais rápido!!